Brasil Junino chega em Londres. 50 mil europeus já visitaram exposição

 

Depois de encantar mais de 50 mil pessoas em sua passagem por Lisboa, Madri e Roma, a exposição Brasil Junino chega a Londres no sábado (27), com muitas atrações. Os ingleses vão conhecer um dos maiores festejos do Brasil por meio de vídeos, exposição com registro das festas mais animadas e conhecidas do país, além de shows e intervenções artísticas em pontos turísticos, parques e monumentos da capital italiana.

A mostra abre para visitação no dia 27 de maio, das 13h às 19h. A novidade da etapa de Londres é a participação do músico, compositor e sanfonista baiano Zeu Azevedo. Considerado o maior representante do forró no velho continente, Zeu tem inúmeras canções traduzidas para o inglês e promete apresentar o melhor da música brasileira.

O artista dividirá palco com as quadrilhas juninas Si Bobiá a Gente Pimba, de Brasília (DF), e Raio de Sol, de Recife (PE), além dos grupos de dança Balé Flor do Cerrado e  Matulão. Os atores brasileiros Rebeca Oliveira e Fagner Saraiva também prometem surpreender os ingleses com danças e narrativas teatrais associadas à tradição das festas juninas.

Para os que não abrem mão de comer bem e experimentar coisas novas, o Brasil Junino será prato cheio. Nos dias de shows, o público terá a disposição barraquinhas e foodtrucks que servirão comidas típicas das festas juninas brasileiras como o cural, canjica, pipoca, pão de queijo, bolo de milho, quentão e muito mais.

A exposição segue em Londres até 4 de junho no prédio da Embaixada Brasileira. Para mais informações, acesse a programação disponível no site www.brasiljunino.com.br .

Sobre a mostra

A iniciativa de apresentar uma das maiores festas populares do Brasil para o exterior é do Instituto Brasileiro de Integração – Cultura, Turismo e Cidadania (IBI), com patrocínio do Instituto Brasileiro de Turismo (EMBRATUR). O objetivo é expor a riqueza das manifestações culturais do País e mostrar o potencial turístico das festas juninas, que encantam multidões.

Sucesso no Brasil e no exterior

De acordo com a  curadora Edilane Oliveira, o evento superou as expectativas iniciais que previa a visita de 40 mil europeus. Ao todo, 50 mil já visitaram a exposição, participaram dos shows e dançaram junto aos bailarinos, artistas e quadrilhas juninas brasileiras. “Uma festa que, além de promover o turismo e a cultura brasileira, reforçaram os laços de amizade existentes entre o Brasil e os Europeus”,  acrescentou.

A exposição também fez sucesso no Brasil durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro (RJ). Mais de 500 mil pessoas visitaram a mostra realizada na Casa Brasil, vitrine brasileira durante o grande evento.