Brasil Junino chega em Madri no dia 21 de abril

Depois de encantar mais de 7 mil pessoas em Lisboa, a mostra Brasil Junino chega em Madri na sexta-feira (21) com muitas atrações para o público espanhol. A exposição contará com exibição de filmes, exposição com registro das principais festas juninas brasileiras e programação cultural repleta de surpresas. Artistas consagrados no Brasil, como Os Gonzagas e Quinteto Violado, vão se revezar junto a grupos e quadrilhas juninas para apresentar o melhor da música e da cultura brasileira. De Madri, a mostra segue ainda para Roma e Londres.

A exposição abre as portas na capital espanhola entre os dias 21 e 30 de abril, na Casa do Brasil, instituição ligada à Embaixada do Brasil em Madri. O local é conhecido por ser um importante difusor  da cultura brasileira na Espanha, onde as festas juninas também são tradição.  Uma oportunidade para os espanhóis conhecerem as heranças culturais deixadas pelos europeus e incorporadas até hoje aos rituais brasileiros.

Os Gonzagas abrem a programação no dia 21, às 19h, com muito forró. No domingo, 30 de abril,  o grupo vencedor de dois grammys latinos, Quinteto Violado, encerra a programação da mostra em grande estilo.

Os visitantes também poderão conferir apresentações de músicas regionais e danças folclóricas com o Balé Flor do Cerrado, Grupo Matulão e quadrilhas juninas, na abertura e no encerramento dos shows e durante a programação da mostra. Também estão previstas intervenções artísticas nos principais pontos turísticos de Madri – para alegrar o dia e aguçar a curiosidade do público.

Para os que não abrem mão de comer bem e experimentar coisas novas, o Brasil Junino será prato cheio. Nos dias de shows, o público terá a disposição barraquinhas e foodtrucks que servirão comidas típicas das festas juninas brasileiras como o cural, canjica, pipoca, pão de queijo, bolo de milho, quentão e muito mais.

Já na abertura da mostra, a chef Morena Leite, referência em gastronomia contemporânea brasileira, assina o menu de comidas típicas para convidados.

Turismo aquecido e com boas perspectivas

O objetivo da mostra é expor a riqueza das manifestações culturais do País e promover o potencial turístico das cidades onde são realizadas as maiores festas juninas do Brasil como Campina Grande, na Paraíba; Caruaru, em Pernambuco; São Luís, no Maranhão; Mossoró, no Rio Grande do Norte; Aracaju, em Sergipe; Ceilândia, em Brasília, e o São João da Bahia, comemorado em todo o estado.

Os turistas espanhois gastam em média 300 milhões de dólares todos os anos no Brasil. Em 2016, a Espanha foi o 11º maior emissor de turistas para o Brasil – o 6º maior da Europa, com 148 mil visitantes. De acordo com levantamento da Embratur, a maioria dos turistas viaja motivados pelas praias, ecoturismo, cultura e opções de diversão noturna oferecidas no Brasil.

Também é alto o grau de fidelidade dos espanhóis que visitam o Brasil: 67% já estiveram no país em outras ocasiões e 92,6% manifestam o desejo de retornar.

Sobre a mostra

A iniciativa de apresentar uma das maiores festas populares do Brasil para o exterior é do Instituto Brasileiro de Integração – Cultura, Turismo e Cidadania (IBI), com patrocínio do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). Com curadoria de Edilane Oliveira, produtora cultural e responsável pelo Maior São João do Cerrado, realizado anualmente em Ceilândia (DF), o Brasil Junino promete apresentações ao ar livre, além de grande variedade de atrações nos locais de realização da mostra.

A ação funcionará das 10h às 20h. Uma maratona de 900 horas de trabalho, para receber mais de 40 mil pessoas durante todo o período de realização.

SERVIÇO

Brasil Junino em Madri

Data: 21 a 30 de abril

Local: Colegio Mayor – Casa do Brasil

Endereço: Av. Arco de La Victoria, 3 – 28040 Madrid, Espanha